Quanto ganha um consultor?

Com o objetivo de apurar e apresentar dados de referência de honorários de consultoria, treinamento e palestras/conferências e as tendências do mercado brasileiro, o IBCO – Instituto Brasileiro dos Consultores de Organização realiza há mais de 15 anos a Pesquisa IBCO de Honorários e Tendências da Consultoria no Brasil, um verdadeiro termômetro e referência nacional da atividade.

Desta 11ª Pesquisa, tabulada no início de 2012, participaram consultores de 20 estados de todas as regiões do Brasil: 89% pertencem às regiões Sul e Sudeste (mantendo o perfil da pesquisa de 2009 e compatível com a distribuição geográfica do PIB Brasileiro apontada pelo IBGE, com base em números de 2009: 71,2% concentrado nesses Estados).

O Estado do Rio Grande do Sul,  mesmo sendo apenas o quarto PIB Regional Brasileiro (6,7% ) aparece em segundo lugar – 13%, após São Paulo – 43%. Conforme indicado pelas entrevistas isto se deve à influência do PGQP – Programa Gaúcho de Qualidade e Produtividade sobre o empresariado daquele Estado. – Esta nota me chamou muito a atenção. Fica claro que o PGQP é um exemplo a ser seguido!…

Cerca de 41% dos Consultores que participaram da Pesquisa vieram da indústria e 37% vieram da área de serviços.

A Pesquisa revelou que os principais setores atendidos são o de Mecânica e Siderurgia 19%, seguido pelo Comércio Varejista com 16,5% e de Alimentos 14%, onde a Estratégia, Organização, Sistemas Gerenciais e Gestão de Negócios são os objetivos mais requisitados. A área de Sustentabilidade, Responsabilidade Social e Ética é o setor que menos requisita: 0,5%.

E a mais esperada informação revelada pela Pesquisa é o valor médio da hora do consultor de organização sênior: R$ 209,00 / hora, inferior ao valor médio praticado em 2009 que era de R$ 214,00 / hora. O menor custo está no Estado de Roraima.

Treinamento: O valor médio da hora do consultor de organização sênior mostrou tendência de crescimento entre as pesquisas de 2009 – R$241 – e 2011 – R$287, aproximadamente 20%, mas chamamos a atenção para
o valor único em 2011 de R$2000 no MS que pode distorcer a análise pela média. Em São Paulo, com maior número de respondentes, os valores diminuíram de R$287 em 2009 para R$271 em 2011.

Palestras/Conferências – 2 a 3 horas: O valor médio mostrou estabilidade entre as pesquisas de 2009 – R$2122– e 2011 – R$2117. Em São Paulo, com maior número de respondentes, os valores diminuíram de R$2752 em 2009 para R$2302 em 2011, aproximadamente 17%.

A Pesquisa indicou ainda um aumento no volume de negócios desde março de 2010 e revela perspectivas de aumento para este e os próximos anos. A demanda das PMEs por consultoria aumentou, principalmente na área de gestão, porém o desconhecimento quanto à utilidade da consultoria de organização afasta essas empresas de ter os serviços de Consultoria para o encaminhamento de seus problemas.

A Pesquisa reveloutambém o aumento da concorrência não profissional e a demanda de novos setores pela Consultoria Organizacional.Segundo comentários dos consultores que responderam à pesquisa, os clientes estão mais exigentes e 70% dos consultores considera que a indicação de clientes é o critério mais importante para a seleção de consultoria. Em seguida, a competência técnica e a experiência testada em consultoria (11% e 7% respectivamente) são apontados como os critérios mais importantes. O que se apresenta menos importante na visão dos respondentes são os métodos de trabalho utilizados pela consultoria.

Estreantes – Para quem está dando os primeiros passos nesse mercado, os consultores veteranos consideram que entre as características que menos são encontradas nos novatos estão as competências em consultoria (é a menos presente segundo a visão de 49% dos respondentes) e o empreendedorismo (menos presente na visão de 19% dos respondentes). – Dicas preciosas de quem entende desse mercado, que apontam caminhos a seguir para as novas gerações de consultores…

O cenário industrial, econômico, governamental e tantos outros, são avaliados com base em estatísticas, anuários, pesquisas e métodos que constituem fonte confiável para análise. A Consultoria de Organização, através do IBCO, órgão reconhecido pelo renomado The International Council of Management Consulting Institutes – ICMCI, que rege mundialmente a atividade, também tem ferramenta que é a base de consulta confiável para a indústria, o comércio, órgãos governamentais e todos os setores que fazem a história das nações.

“Os resultados da Pesquisa são cada vez mais relevantes à sociedade brasileira, devido à qualidade e seriedade do IBCO na compilação dos dados e na condução da Pesquisa“, afirma Chistian Welsh Miguens, Presidente do IBCO. “É elemento de referência para a participação das Consultorias em licitações públicas e de empresas mistas e instrumento de base para as análises feitas por órgãos governamentais; para os Consultores de Organização, elemento chave para uma visão mais exata do mercado brasileiro que auxilia com precisão as decisões estratégicas dos negócios”, finaliza.

A Pesquisa completa apresenta diversas análises, tabelas e gráficos que permitem uma melhor compreensão dos resultados obtidos. Para obtê-la, entrem em contato com o IBCO, no site www.ibco.org.br ou através do endereço de e-mail ibco@ibco.org.br

Considerando que estamos falando de Consultores Sênior, com excelente formação e carreira conceituada, vocês concordam com esses valores? São os praticados no seu mercado de atuação? O debate é bem vindo e seu feedback é importante!!!

curso_iso_9001

http://www.qualiblog.com.br/quanto-ganha-um-consultor/

Aproveite para curtir nossa página no Facebook.

newsletter-qualiblog



17 thoughts on “Quanto ganha um consultor?

  1. Sobre os valores de consultoria/conferências/treinamento: concordo plenamente com os valores médios, que estão perfeitamente de acordo com as minhas próprias práticas e a de diversos colegas cujos honorários são do meu conhecimento.

    Parabéns ao Qualiblog pela divulgação da pesquisa!

    • Olá Ronaldo!

      Estou iniciando agora na área e tenho uma dúvida com respeito as revisões de documentos. Existem revisões que são feitas no procedimento escrito e que ficam registradas no quadro de revisões. No caso de formulários pertencentes ao procedimento, como faço para registrar as revisões? Os formulários podem ter revisão maior que a do procedimento? Por exemplo: PR 01 com revisão 3, e For 01-02 com revisão 5.

      Agradeço a compreenção,

      Rosangela.

      • Olá Rosangela!

        Os formulários podem ter revisões independentes do procedimento a que estão vinculados sim.
        Para não ter que alterar também o procedimento a cada revisão de formulário, eu apenas cito-os no corpo do procedimento assim: Formulário XYZ (última revisão). Evito mantê-los como anexos do Procedimento.

        Não é necessário manter junto ao formulário um quadro de revisões. Basta que o mesmo contenha uma indicação em algum lugar (geralmente no rodapé) onde conste em que versão está. Esta versão deverá ser sempre a mais recente para formulários em uso, mas registros gerados anteriormente e arquivados podem ser mantidos em versões anteriores, logicamente.

        Costumo utilizar uma planilha de Controle de Formulários para atender ao 4.2.4, onde consta a versão atual (que está identificada no rodapé do formulário), a data da revisão, e os demais dados solicitados para registros no 4.2.4.

        Um grande abraço!

  2. Sr. Ronaldo, parabéns, gostei muito de sua divulgação.

    Esse valor médio de R$ 209,00/hora não é uma realidade no ambiente onde tenho atuado.

    Apesar de eu me considerar uma profissional experiente na área onde atuo, acredito que meu honorário seja equivalente a de um consultor trainee ao invés de senior….foi bom saber disso, agora preciso agir para melhorar meus honorários e certamente, meu nicho de atuação.

    Obrigada!

  3. Os valores cobrados que foram citados não mostraram qual a variação, só algum valor muito discrepante. Voce tem idéia do Desvio Padrão ou pelo menos um range destes valores?
    Muito Obrigado.

  4. Prezados,

    Estou iniciando na área de consultoria, após quase 14 anos de dedicação à Indústria e gostaria de saber a média do valor a ser praticado para iniciantes, pretendo atuar na área da família ISO, bem como consultoria voltada para gestão por processos com foco em melhoria e redução de custo.

    Aguardo contato,

    Deivison
    (11) 9643-5870

  5. Ronaldo,primeiramente parabens pelo artigo !Muito esclarecedor,principalmente para quem esta iniciando na area..E minha duvida é a mesma do Deivison..para um consultor iniciante,qual seria o minimo a ser cobrado?
    Abraço!

  6. Prezados Senhores,

    Desculpem esta pesquisa está completamente fora da realidade brasileira, ou não foi feita com uma amostragem definida estatisticamente.

    Cordiais Saudações,
    Darcio Calligaris

  7. Trabalho a mais de 20 anos na área, estou iniciando com a minha empresa para treinamentos em segurança do trabalho e meio ambiente, para estimar os custos dos cursos. realizei alguns contatos junto as empresas para estimar os custo que estão sendo praticados e montar minha própria planilha, mas não deixo de lado os valores agregados aos cursos que são realizados in company

    Abraço
    Parabéns pelo blog

  8. Srs
    Estamos ha 17 anos no mercado de consultoria, e este valor médio que colocaram é válido somente para treinamento, paa consultoria não é esta a realidade que temos.
    Nem a nossa empresa consegue cobrar este valor, quanto mais os consultores autônomos.

    Sandra

    • Darcio e Sandra,

      A pesquisa é de responsabilidade do IBCO e não questiono a idoneidade dos dados, visto tratar-se de uma entidade séria e conceituada no meio profissional. Porém, os valores divulgados referem-se a médias e claro, teremos situações que se distanciam desses valores, inclusive para mais. Como exemplo cito Vicente Falconi, de quem não conheço os honorários mas imagino que devem ser bem mais elevados…

      O questionamento de vocês pode ser útil ao IBCO, como fator de análise crítica sobre a metodologia e amostragens aplicadas.

      Agradeço os comentários!

      Um grande abraço!

  9. Aqui no Ceará estamos bastante longe do valor da consultoria (R$ 209,00 / hora).
    Estou no mercado há 9 anos, trabalhando com ME e EPP, SEBRAE, IEL e não conseguimos chegar nem a R$ 80,00/hora.

    Parabéns Ronaldo pelo blog e pela informação

    Vou levar aos meus colegas

    Jorgelito

    • Pois é, Jorgelito!

      O Nordeste tem mesmo uma média mais baixa, mas não pela competência do pessoal daí! Até concordo que a realidade financeira difere do Sul e Sudeste, mas hoje muitas empresas de porte estão sediadas na sua região e está na hora de atualizarem esses valores, claro que não drasticamente, mas saber a média cobrada no resto do país dá uma idéia do caminho que precisam percorrer para valorizar o trabalho de vocês!!!

      Grande abraço!

  10. Bom dia, Ronaldo!
    Gostaria de obter maiores informações quanto ao Tecnicos em Qualidade (iniciantes a áea de Consultoria). Atualmente recebi uma proposta para implantar a ISO 9001 em uma empresa de pequeno porte. Porem, estou com duvidas referente aos meus honorários. Fiz uma pesquiza de mercado, mas não encontrei informações claras e/ou especificas. Se possivel, solicito orientação.

    Grata.

    Atte
    Adriana Minuzzi

Deixe uma resposta