Qualidade ética e integridade

Artigo de José Manuel Sarmiento

Original (em espanhol) publicado em 21-03-2012 no blog Calidad sin Límites

Qualidade, Ética e Integridade, formam uma tríade de singular importância no aspecto humano de qualquer organização. A competência dos profissionais da Qualidade, juntamente com o comportamento ético de acordo com os valores vigentes na sociedade e sua integridade ante esses valores constituem a base sólida para que possam prestar um serviço valioso para a organização onde trabalham e a comunidade em geral.

As empresas não são apenas organizações com sistemas e procedimentos, são formadas por pessoas e sua existência e sucesso devem-se a elas. Por isso buscam que o profissional que trabalha em seus quadros possua as competências necessárias, se desenvolva e possa dominar as regras e procedimentos internos da organização, assumindo para si a responsabilidade de possuir o nível de conhecimento exigido para realizar suas atividades eficaz e eficientemente, mantendo-se constantemente atualizado. No entanto, a cada dia mais organizações procuram profissionais éticos, com compromisso, responsabilidade, iniciativa e criatividade, com atitudes pessoais como flexibilidade, entusiasmo, bom humor e também, que mantenham um bom relacionamento interpessoal no local de trabalho.

Neste quadro, todo profissional com aspirações deve se preocupar em conhecer a si mesmo, conhecer as suas características, a fim de reforçar as suas virtudes e trabalhar suas falhas no campo profissional, mas nunca ignorando a ética. Ética é algo pessoal e envolve o tratamento de questões altamente sensíveis e em muitos casos, de natureza íntima. Não existe uma receita universal, pronta e plenamente eficaz na resolução dessas questões. A decisão sempre varia de pessoa para pessoa, de consciência para consciência. Agir com ética sempre foi e sempre será uma decisão pessoal, mas nunca devemos esquecer que esta pode ser um beco sem saída para melhor ou para pior.

Por trás de qualquer ação ou decisão, qualquer erro ou negligência, estão criaturas de carne e osso. E são eles que vão viver as glórias e os fracassos dos resultados das ações e decisões tomadas. Qualquer ação ou decisão de um profissional é ética quando apoiada por um conjunto de valores fundamentais. Entre eles: ser honesto em qualquer situação, ter a coragem de tomar decisões, ser tolerante e flexível, educado, fiel, humilde e prudente. Além disso, são valorizadas dentro das organizações atitudes éticas, tais como integridade, confidencialidade, discrição, respeito, cortesia e a capacidade de distinguir entre as questões pessoais e profissionais dentro do seu trabalho.

Todos os dias estamos sujeitos a forças externas que nos impelem a quebrar regras para conseguir algo que queremos, portanto, ser e permanecer um profissional ético não é fácil de manejar. Socialmente aprendemos que é melhor fazer as coisas direito, de acordo com os limites impostos por nossas crenças e pelas leis da sociedade em que vivemos, mas a integridade é o que nos leva a fazer a coisa certa, ao invés da facilidade que nos leva ao que sabemos ser incorreto, com a desculpa de que assim faz a maioria.

Profissionais éticos agem com integridade, procedem bem, sem prejudicar os outros. Podem dormir com a certeza de que sua palavra é considerada e são respeitados por onde passam. Eles também assumem seus erros, respeitam seus colegas e superiores. Além disso, não prejudicam a empresa, valorizam seu horário de trabalho como um tempo que a empresa está pagando por isso e, portanto, estão cientes de que deve ser usado para assuntos profissionais. Por último, e não menos importante, o profissional ético trabalha com qualidade. Faz as coisas bem feitas, realiza suas atividades de maneira completa, precisa e com critério, atendendo as normas de qualidade requeridas pelos clientes e pela Direção da organização.

Por tudo isso, ser ético é uma característica fundamental de todo profissional da Qualidade, ele deve ter não só um bom conhecimento na profissão, mas também a predisposição de atender às necessidades do cliente e um comportamento ético que lhe permita servi-los com integridade e cumprir com seus requisitos. A integridade é a semente que garante a continuidade do sucesso, por servir ao cliente com honestidade e sinceridade. A honestidade é uma ótima maneira de conduzir o nosso negócio e nosso trabalho. A honestidade deve ser a regra fundamental de qualquer negócio, é o caminho certo para alcançar a prosperidade de maneira contínua.

Integridade significa que a pessoa é capaz de colocar seu coração e alma em que ele faz. Ao fazê-lo desta forma, as pessoas ao nosso redor, clientes, fornecedores, chefes e colegas de trabalho, valorizam e premiam nossos esforços. Por outro lado, quando se perde a integridade e esses valores, agindo com pouca consciência e fazendo o errado conscientemente, isso afeta a nossa credibilidade e, assim, a confiança daqueles por quem e para quem trabalhamos.

Algumas reflexões de Earl Nightingale:

“Nossa única esperança de sucesso é ganhar os corações e mentes daqueles a quem servimos. Para isso é necessário servir com integridade, ajudando-os a melhorar suas vidas.”

“A Integridade é essencial em todas as esferas de trabalho. A integridade é a busca pela melhor maneira de fazer as coisas, de ouvir aqueles que nos rodeiam, e julgar por nós mesmos, sabendo que qualquer trabalho pode ser melhorado sempre. Esta busca é o que nos dará a colheita abundante em todos os dias de nossas vidas.”

“A maior alegria é a que vem como resultado de nossas realizações. Nesta pequena seara que é sua vida, use sua mente, suas habilidades e talentos inexplorados, e seu tempo, e invista-os, utilize-os, nunca é tarde para começar.”

Um comentário final:

Hoje, fazer a coisa certa não é apenas uma questão de consciência. Um dos requisitos fundamentais para aqueles que querem uma carreira longa e respeitada. A atitude de qualquer profissional nas questões éticas pode ser a diferença entre o sucesso e o fracasso. Quem tem um registro limpo, sempre terá as portas abertas nas melhores organizações, enquanto apenas um deslize, um resvalo, manda-o embora. A imagem profissional será manchada pela desconfiança e o preço a pagar é realmente alto. Diz-se que errar é humano, mas deve-se sempre estar ciente de que a falta de ética pode destruir carreiras e organizações. Por essa razão, quanto mais uma organização se destacar no mercado, mais deve se preocupar com os valores éticos do seu pessoal.

Deixe uma resposta