A história da ISO – Parte 3

Nesta série de três artigos, você vai conhecer a origem da ISO, como surgiram as primeiras normas mundiais e o que motivou a criação da família ISO 9000.

Para ler a Parte 1 deste artigo, clique aqui.

Para ler a Parte 2 deste artigo, clique aqui.

Normas de Gestão da Qualidade
A grande maioria das normas internacionais ISO eram altamente específicas para um determinado produto, material, ou processo. No entanto, durante os anos 1980, a ISO entrou em novas áreas de trabalho, destinadas a ter enorme impacto sobre as práticas organizacionais e comerciais.

A história da industrialização tem visto muitos padrões que lidam com as questões da qualidade.

Um exemplo famoso diz respeito ao campo militar: durante as duas guerras mundiais, uma elevada percentagem de balas e bombas explodiram nas próprias fábricas durante a fabricação. Em um esforço para coibir tais eventos, o ministério de defesa do Reino Unido nomeou inspetores nas fábricas para supervisionar o processo de produção.

Nos EUA, as normas de qualidade para aquisição de material militar foram introduzidas no final da década de 1950. Durante os anos 1960, a NASA desenvolveu seus requisitos de sistema de qualidade para fornecedores e a OTAN aceitou os AQAP (procedimentos de garantia de qualidade aliados), especificações para a aquisição de equipamentos.

Na década de 1970, muitas grandes organizações (privadas e governamentais) publicaram suas próprias normas de gestão de qualidade, que introduziram a idéia de que a confiança em um produto pode ser adquirida a partir de um sistema de gestão da qualidade aprovado e manuais de qualidade. A série de normas canadense CSA Z 299 foi emitida em meados dos anos 1970 e a norma britânica BS 5750 foi emitida em 1979. Em dezembro de 1979, os EUA publicaram a ANSI / ASQC Z-1.15, orientações genéricas para sistemas de qualidade.

Embora o aumento no comércio internacional estimulasse o desenvolvimento de normas de gestão de qualidade reconhecidas internacionalmente, temia-se que uma variedade de diferentes normas nacionais fossem uma barreira ao comércio internacional.

A comissão técnica ISO (TC) 176, de gestão da qualidade e garantia de qualidade, foi estabelecida em 1979. A primeira norma emitida pelo ISO/TC 176 foi a ISO 8402 (em 1986), que padronizou a terminologia de gestão da qualidade. Foi seguida em 1987 pelas ISO 9001, ISO 9002 e ISO 9003, que forneciam requisitos para os sistemas de gestão da qualidade geridos por organizações com diferentes âmbitos de atividade; desde as que incluíam uma função de P&D, até aquelas que realizavam exclusivamente serviços e/ou manutenção. Estas normas foram completadas pela ISO 9004, que fornecia orientações sobre sistemas de gestão da qualidade.

Essa conquista marcou o início de uma longa jornada – com a família ISO 9000 de normas estabelecidas para se tornarem as normas mais conhecidas mundialmente.

Fonte: http://www.iso.org/iso/about/the_iso_story/iso_story_foreword.htm

No artigo original (em inglês), existem diversos links adicionais para você se aprofundar ainda mais na história da ISO! Visite!

Leitura complementar:

Viagem no Tempo – A História da Qualidade

Aproveite para curtir nossa página no Facebook.

newsletter-qualiblog



Deixe uma resposta